ArtigosExame

Ultrassom Transvaginal – Como Funciona e Preço Médio

Qual a importância desse exame? Ele pode ser feito durante a gravidez? Entenda tudo aqui

O ultrassom é um dos exames mais conhecidos do mundo. Utilizando ondas sonoras em vez de radiação, ele é seguro e tem diversas funcionalidades. Além disso, pode ser realizado de diferentes maneiras. Hoje, então, vamos conversar sobre o ultrassom transvaginal.

Se quiser descobrir as principais informações relacionadas ao tema, siga com a leitura.

Como funciona o ultrassom transvaginal?

Chamado também de ultrassom endovaginal ou intravaginal, esse exame é indolor e não exige nenhuma preparação especial para a sua realização.

Ultrassom Transvaginal

Qual o preço médio?

Hoje em dia preço médio para realizar um exame de ultrassom transvaginal varia entre R$100,00 a R$300,00.

O valor do ultrassom vai depender da clínica onde vai ser realizado o exame e a região do país.

Há alguns casos específicos onde o ultrassom transvaginal é feito sem custos pelo SUS. Mas são casos específicos.

Como é feito?

Ele é feito com a ajuda de uma sonda, que é introduzida dentro da vagina da mulher. O equipamento deve ser coberto com um preservativo e, por meio de ondas de alta frequência, gera imagens dos órgãos internos femininos (ovários, colo do útero e útero, trompas de falópio e vagina).

As representações geradas pelo ultrassom transvaginal são mais precisas e nítidas do que aquelas oriundas do exame feito por meio abdominal. Além disso, ele é ofertado pelo SUS, o Sistema Único de Saúde, coberto por quase todos os planos de saúde e também pode ser realizado de forma particular.

Sua realização dura apenas alguns minutos, e a paciente deve estar deitada com as pernas levemente abertas e flexionadas. Depois do procedimento, não é preciso ter nenhum cuidado especial, e você pode realizar todas as suas atividades normalmente.

Para que serve o ultrassom transvaginal?

O ultrassom transvaginal é indicado em diversas situações. Por apresentar imagens mais precisas dos órgãos pélvicos, ele serve para diagnosticar cistos, infecções, câncer, miomas, problemas no ciclo menstrual etc.

Outra função importante é identificar uma gravidez e acompanhar o bom desenvolvimento do feto. Sendo assim, esse é um dos primeiros exames a serem solicitados pelo ginecologista para as mães durante o período gestacional.

Qual a importância do ultrassom transvaginal na gravidez?

No primeiro trimestre da gravidez, o exame serve, basicamente, para detectar o tempo de gestação e o número de embriões em crescimento.

Porém, ele também verifica a ocorrência de uma fecundação ectópica, ou seja, realizada fora do útero. Algo que pode trazer diversos problemas para o bebê e a mãe.

Por meio do transvaginal, também é possível avaliar o tamanho do colo do útero, antevendo uma disfunção chamada incompetência istmo-cervical. Neste caso, o colo do útero acaba reduzindo de tamanho no meio da gestação, gerando um aborto espontâneo.

Outra função do exame é verificar má-formação no bebê, bem como diagnosticar deslocamentos placentários.

Veja também: Data Provável do Parto: veja como calcular.

Existe algum perigo de realizar o transvaginal durante a gravidez?

Apesar dos benefícios que o ultrassom transvaginal proporciona, muitas mulheres ficam com receio que o exame possa causar algum problema no feto. Se esse também for o seu caso, pode ficar tranquila.

A sonda colocada na vagina chega apenas em uma pequena parte do canal, sem atingir o colo do útero nem machucar a criança. Além disso, o uso do preservativo no equipamento protege a mãe de possíveis infecções.

Por fim, as imagens geradas pelo processo são formadas por ondas sonoras imperceptíveis ao ouvido humano e não possuem nenhum tipo de radiação. Ou seja, você e seu filho ficam seguros durante e após o procedimento.

Sendo assim, não deixe de fazer o ultrassom transvaginal sempre que ele for solicitado pelo seu médico. Afinal, essa é uma das principais formas de manter a sua saúde e a do seu bebê protegidas.

Caso tenha gostado do texto de hoje, compartilhe-o nas redes sociais e informe suas amigas e familiares. Até breve.

Comentários:
Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo