ArtigosGravidez

Bebê Que Mexe Muito na Barriga é Saudável? Entenda!

Descubra as principais questões relacionadas aos chutes e movimentos do bebê

O período da gestação é um momento de grande alegria para diversos casais, porém é igualmente rodeado de dúvidas e ansiedade. Uma das questões que mais chamam atenção é se o bebê que mexe muito na barriga é saudável ou, na verdade, está sentindo desconforto.

No artigo de hoje, vamos esclarecer essa informação e explicar os principais pontos no que se refere ao assunto. Por isso, caso também esteja curioso sobre o tema, continue com a gente. Boa leitura!

Bebê que mexe muito na barriga é saudável: o desenvolvimento da criança

Todos os bebês com um desenvolvimento saudável se mexem na barriga da mãe. Afinal, eles fazem movimentos com as mãos e as pernas, se esticam, bocejam, entre outras ações conscientes e inconscientes.

Na verdade, os pequenos começam a realizar os primeiros movimentos a partir da sétima semana. Porém, por conta do grande espaço que possuem dentro do útero, é difícil para a mãe sentir os famosos chutes nesse momento. Então, a percepção ocorre a partir da 20ª semana, em geral.

Bebê que mexe muito na barriga é saudável: chute e oxigenação

O que chamamos de chute do bebê, na verdade engloba a movimentação fetal de forma ampla. O que significa que a criança está realizando movimentos variados, desde mexer um pé até virar de cabeça para baixo.

Contudo, todas essas ações apenas são possíveis se estiver ocorrendo uma boa nutrição e oxigenação do feto. Afinal de contas, dentro do útero não existe oxigênio e este é repassado através do sangue da mãe, por meio do cordão umbilical.

Sendo assim, se a gestante não estiver alimentando-se bem, o bebê pode ficar desnutrido, fraco e, assim, não se mexer muito.

Leia também: Alimentação Saudável Para Gestante

Bebê que mexe muito na barriga é saudável: entendendo os movimentos

A seguir, vamos apresentar de forma rápida quais são os principais movimentos do feto durante as diferentes semanas de gestação.

Semanas 7 a 9

Em geral, o bebê movimenta-se de um lado para outro e pode soluçar, chupar o dedo, engolir, piscar e mexer mãos e pés. Porém, essas ações não são perceptíveis para a gestante.

Semanas 10 a 14

Ocorrem movimentos de bocejo e dos olhos. O feto também passa a se esticar e colocar a mão no rosto.

Semanas 15 a 20

Começam os chutes e as cotoveladas, com período de maior agitação e também de descanso.

Semanas 21 a 29

O bebê pode dar cambalhotas e até dançar ao som de uma melodia colocada pelos pais. Os chutes também se tornam mais intensos.

Semanas 30 a 40

O espaço no útero passa a ficar mais apertado, pois a criança está crescendo. Sendo assim, é possível sentir bastante cada movimento realizado, o que pode, inclusive, causar dor na gestante. Barulhos muito altos também podem assustar o bebê, fazendo-o fazer ações bruscas dentro da barriga.

Quando a movimentação do bebê indica um problema?

Se explicamos que o bebê que mexe muito na barriga é saudável, quando esses chutes podem se tornar um problema? É simples: quando eles não ocorrem.

Então, caso esteja no terceiro ou quatro trimestre e perceba que a criança está passando mais de 12 horas sem se mexer, entre em contato com o seu obstetra para relatar a situação.

Agora você já sabe que todo bebê que mexe muito na barriga é saudável. Afinal de contas, esse é um indicativo de que ele está recebendo uma alimentação adequada e uma boa quantidade de oxigênio pelo sangue da mãe.

Sendo assim, não se desespere quando seu filho começar a chutar regularmente. Na verdade, comemore a ocorrência desses movimentos. E caso tenha alguma dúvida sobre o período gestacional, não deixe de perguntar ao seu médico.

E o seu bebê, ele se mexe muito na barriga? Conte para a gente aqui nos comentários.

Comentários:
Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo